sexta-feira, 5 de junho de 2009

Palestra: EDUCAÇÃO DOS SENTIMENTOS, com Jason de Camargo, dia 19 de junho de 2009

Palestra pública: EDUCAÇÃO DOS SENTIMENTOS
com Jason de Camargo.

Local: Auditório da FIEMS
Av. Afonso Pena, 1.206 - Centro
Data: 19 de junho de 2009, sexta-feira, às 19h30
Realização: Federação Espírita de Mato Grosso do Sul - FEMS

Reproduzimos aqui, uma entrevista de Dora Rodrigues, de Parnaíba-PI, com Jason de Camargo, publicada em seu Blog

Jason de camargo é autor do livro "Educação dos sentimentos", é Bacharel em Química e Licenciado em Química, Física e Matemática., realiza conferências em vários Estados brasileiros.
Dora Rodrigues: Por que Educação dos sentimentos?
Jason de Camargo: Porque é a solução dos problemas humanos. Sem a educação dos sentimentos, o homem se perde naquele manancial apenas intelectual e mais árido. Jesus, numa conversa com Tiago, disse: "os homens não são felizes, porque estão aprendendo apenas a pensar. O homem, será feliz, quando aprender a sentir. Então, a educação dos sentimentos nos possibilita justamente esse processo de felicidade humana. Senão, há um desequilíbrio entre a razão e a emoção; entre a educação racional e a moral. Educação dos valores. O homem só é feliz, quando atinge esses valores. Tem o conhecimento, mas também, os valores morais com ele desenvolvidos, porque o psiquismo humano tem várias funções psicológicas: tem inteligência, instintos, mas tem também as emoções e os sentimentos. Então, a educação só é integral, quando ela privilegia todos esses elementos, não apenas a inteligência, mas também os valores, os sentimentos que dão o equilíbrio psicológico, e o indivíduo adquire a plenitude da sabedoria e da paz.

Dora Rodrigues: Eu li no seu livro que, atualmente, esse tema 'Educação dos sentimentos', faz parte da proposta de qualificação do trabalhador em sua região. Fale um pouco sobre isso!
Jason de Camargo: Acontece primeiro que, nós entramos na Doutrina Espírita e a Doutrina Espírita precisa entrar dentro de nós. Allan Kardec, quando aborda a questão da educação diz que, a educação racional cresceu, se desenvolveu, porque houve investimentos nessas áreas: da didática, da pedagogia, dos recursos. E que, se a educação moral não teve esse avanço, é porque não foi devidamente trabalhada; então, o trabalho voltado também para a educação moral, é que irá completar e oferecer uma consciência realmente espírita. Porque o Espiritismo só cresce com a união dos espíritas. E nós, só teremos espíritas mais unidos, com seus sentimentos mais burilados. Daí, a importância do trabalhador, porque quando nos juntamos num Centro Espírita, é imprescindível que não se leve apenas a Doutrina em nível de conhecimento; mas também, as vibrações que devem existir dentro do Centro, e essas vibrações auxiliam a milhares de pessoas encarnadas e desencarnadas. E só teremos vibrações de alta magnitude, com os sentimentos.

Dora Rodrigues: Então, essa proposta da Educação dos Sentimentos deveria ser uma proposta para o grupo trabalhar-se internamente?
Jason de Camargo: Nós que viajamos pelo Brasil, observamos hoje em quase todos os Estados brasileiros que, o livro 'Educação dos Sentimentos' está sendo estudado em grupos de estudos. Estão fazendo estudo dessa obra, justamente, para que o Centro comece a atuar nessa área, tenha mentalidade voltada para os valores morais, para a fraternidade, a solidariedade. Então, é importante que se trabalhe, " isso a gente vê no Brasil". As Casas estão estudando a obra pelos benefícios que ela trás para o indivíduo, e para o Centro que ele atua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário